Oração aos Antepassados – Uma Invocação Luciferiana da Nona Direção

Oração aos Antepassados – Uma Invocação Luciferiana da Nona Direção

45
(Tubalo Lucifer por Andrew Chumbley)

“Por tudo o que é valioso,
O sangue em minhas mãos:
É o sangue de divindades”
(1)

 

Quando teu sangue sussurrar ao teu ouvido, com uma voz que te lembrará do som do rastejar de uma serpente;

Quando o vento lhe trouxer tais sussurros como se os trouxesse do Abismo;

Quando sentires que esse Abismo, seja qual for tua máscara, reside em teu sangue e espírito pelo antigo pacto;

Quando aceitares a ideia de que o teu sangue é o mesmo dos Deuses Antigos e das forças caóticas e primitivas anteriores aos mesmos;

E finalmente, quando for capaz de sentir, sem precisar emitir palavra alguma, que o silêncio e o poder, assim como tua maldição e tua sabedoria, são tua herança e tua Marca na linhagem de Qayin e dos Anjos Caídos;

Será o dia em que teu mundo irá ruir e, teu entendimento, mesmo trazendo a sua vista todas as mentiras, lhe trará a visão da face da Luz, das Trevas e dos Caminhos.

Será quando entenderá tua origem e teus mistérios.

E será quando estará mais próximo da Chama das Eras que brilha entre os chifres sagrados de Azazel.

Chame pelos teus ancestrais com o orgulho de todos os seus feitos que adormecem em teu próprio sangue e espírito.

 

macabre

Oração aos Antepassados

.

Das Profundezas de meu ser,

Eu invoco a fagulha do fogo primordial,

A Chama das Eras que brilha entre os chifres sagrados de Azazel!

Eu invoco aquele que é desconhecido!

A sombra obscura, a metade sombria.

O que possui o rosto ocultado pela escuridão da noite

e a imagem refletida pela luz do dia.

Aquele cuja Luz brilha na escuridão mais profunda.

 .

O Ferreiro divino e infernal,

O fogo negro sob a alcunha de Tubal-Qayin!

Cuja descendência forjou o prego que nunca esfria!

   .

Eu chamo pelos pais do fogo e sangue!

Cuja chama ardente e indomável vive eternamente!

A serpente flamejante que adormece em minhas veias!

O beijo lascivo da mãe que açoita!

Aquela da casa de Samael!

   .

Pois Eu sou Ele! E Eu sou Ela!

A máscara das possibilidades,

E o véu que esconde o segredo!

Aquele cuja palavra não pode ser escrita.

   .

Eu sou a forja e o metal retorcido de TUBALO-LÚCIFER,

Aquele que pelo fogo vive em eterna transformação!

  .

Eu sou a foice purificadora de QAYIN!

Aquele que alimenta a terra com o verdadeiro sacrifício!

 .

Eu sou o sangue ancestral e de poder implacável de NAAMAH-LILITH!

A Serpente-Dragão que a tudo devora!

.

Pois eu invoco e evoco a mim mesmo!

Pois eu sou aqueles que já se foram!

E toda sua glória e seu poder também pertencem a mim!

Pois Eu sou a Luz e Eu sou as Trevas!

Eu sou tudo o que ha entre eles!

Eu sou Ele, e Eu sou Ela!

Portador da Luz, Portador da Noite, Portador dos caminhos,

Aquele que é fogo e transgressão!

Que minha alma ascenda como a Chama das Eras que brilha entre os

chifres sagrados de Azazel!

.    

LUCIFER! NOCTIFER! CRUCIFER!

(2)

“Eu estou sozinho a andar pela noite
Os pássaros tardios não cantam mais
Vi a criança do sol na multidão, então
Chorei para o céu estrelado”
(3)

 

Black-Magic-free

Notas:

(1) trecho da música “Cain” (Caim) da banda Tiamat;

(2) Oração retirada do Grimório “O Caminho das Noves Direções – Livro 1 – A Primeira Chama”, por Adimiron Ben Theli;

(3) Trecho da música “Morgenstern” (Estrela-da-manhã) da banda Rammstein.

Anúncios

2 Respostas para “Oração aos Antepassados – Uma Invocação Luciferiana da Nona Direção

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s