Adversidades do Caminho e a leveza interior

Adversidades do Caminho e a leveza interior


(Arte por Zdzisław Beksiński)

“Tudo aquilo que não enfrentamos em vida
acaba se tornando o nosso destino”.
(1)

Esta postagem não é para ser longa, mas pensei em trazer algumas reflexões frente aos dias sombrios que virão neste ano.
faltando uns 3 meses para 2018, eu senti que o ano seria absurdo de movimentos e que a Roda iria girar depressa, intensa e implacável. Que deveríamos entender os movimentos da Roda para não sermos atropelados por esses mesmos movimentos. Sabia que seria atípico e que muita coisa iria mudar…e mudaria rápido!

Foi um ano muito intenso e muito melhor do que eu esperava e muito mais revelador também.

Para este ano, estava com uma sensação muito ruim, como se o ano fosse realmente ruim e com muitos problemas que iriam acontecer, coisas que afetariam todos nós…conflitos…será um ano sombrio e angustiante.

Parei para pensar sobre e cheguei a algumas conclusões nas quais me baseei para escrever esta postagem de forma espontânea.

Antes de qualquer atitude ou influência externa, aqueles que “andam o Caminho” normalmente possuem um auto conhecimento melhor e uma noção interna mais aguçada, tornando as influências externas menos relevantes ou influentes.

Tentando explicar de forma mais simples, quero dizer que quanto mais seguro de você mesmo, por exemplo, menos você dará ouvidos a criticas ruins de outras pessoas, afinal, você sabe quem você é. Continuar lendo

Considerações pessoais aos iniciantes na Bruxaria

Considerações pessoais aos iniciantes na Bruxaria

tumblr_n4hzgvHp531sf7q3yo1_500

Por debaixo da máscara na qual você se enterrou
É preto como carvão.
Eu estou cansado de engolir o que você faz
Cada dia uma face nova
E se eu desparafusar
Sua própria identidade
Você não se perguntaria se iria restar algo de você?
(1)

Decidi escrever este texto de forma espontânea. Não preparei materiais especiais e nem tampouco várias referências para usar como base. Não, este texto será espontâneo e irá refletir minhas considerações para aqueles que começaram a andar ha pouco tempo no Caminho e para aqueles que desejam começar a andar de alguma forma. Talvez o texto sirva para aqueles que já possuem uma boa caminhada, afinal, algumas experiências pessoais podem trazer algumas reflexões a cada um de nós e acabar por nos presentear com uma pequena fagulha que, se em contato com algo inflamável, poderá acender uma chama crescente, como o sopro do Grande Dragão. Continuar lendo