Do Unguentum Sabbati e do Voo Rápido

Do Unguentum Sabbati e do Voo Rápido

Witches’ Sabbath postcard, ca. 1910
(Witches’ Sabbath postcard, ca. 1910)

Saiba que teu corpo pode permanecer num encanto do sono beirando a Morte e ainda assim deve não cair sob o balanço da Morte. E embora teu corpo acaso durma, teu espírito deve continuar em frente no Voo Rápido até os Caminhos Cruzados do Sabbat. Ninguém senão a sua Família-bruxa(1) deverá saber de teu Voo, para que nenhum profano possa te buscar fora para condenar a ti e ao teu Caminho.

Sabeis vós que se não sois abençoado com o poder de completar isto pelos Sonhos, ou se não poderes realizar os Ritos no corpo pelo medo da descoberta, então pelos poderes do Unguento do Diabo poderás ir acima e abaixo da terra no Voo Rápido até o Antigo Encontro dos Sábios.

Este Sagrado Óleo deverá ser dado a Ti pela mão ou palavra, ainda mais se o trabalho for proveitoso pelas suas virtudes e propriedades mágicas, então trabalhe! Pois a Morte aguarda o Vão que busca sem labutar!

Pelo conhecimento e Arte da Astúcia das Ervas(2) o Unguento do Diabo é preparado;
consagrado ao Nosso Adorado, o óleo é feito. A carne deverá estar parada, o espírito deverá se desprender das leis habituais da natureza; a mente não deverá escurecer, mas acelerar e brilhar com a Lua e o Brilho da Estrela. O Voo Rápido é o dom e a agudeza da Visão Abençoada.

O Espírito solto e liberado da forma como um animal poderá seguir: como uma Besta do Campo ou um Pássaro no Ar; como um Peixe do Mar ou como uma Serpente sobre a Terra. Assim pode teu espírito ir em meio a Celebração Selvagem do Sabbat, ou à Caçada Selvagem do Deus vagueando no exterior, aqui e lá, sobre a Terra à Vontade: um mensageiro da Vida, um mensageiro da Morte, uma Criança no acolhimento do Senhor pela Noite.

 

Dos Venenos da Fatalidade o Elixir da Imortalidade é feito.
Do mal comum pode vir o bem excepcional:-
Sabei que o ícone, o qual a tradição tem considerado Maligno e nomeado como “O Diabo” é na Verdade o Totem de nossos mais Essenciais Desejos: O Sigilo do Desejo Mágico Primitivo.

Na superação do Mal de um Ato por sua extorsão, Novas Virtudes são descobertas e Frescos Prazeres encontrados.

A Pureza dos Sentidos é ganha através da Inversão de toda a Afinidade Comum. Assim este Sigilo de Palavras eu dou:-

 

A Carne e o Sangue da Criança que não Fala e o Bebê Inocente são o Pão e o Vinho do Banquete Sabático. Como a Criança deve não falar, assim nenhum Segredo poderá ser traído.
Como os próprios Sentidos da Criança, os teus em Pureza Habitam.”

 

witchhour

A Charge do Sabbat – I
(Para ser dito pelo Diabo que estiver presidindo)(3)

Escutai! Todos vós que irão aprender as Antigas Maneiras: a Sabedoria dos Deuses Antigos e da Arte dos Sábios.
Ouvi todos vós! E como um sinal de que estais dispostos a obedecer, para servir e Aprender o Caminho dos Antigos, aproximem-se do seu Deus e contemplem a Tocha do Fogo Eterno a qual permanece entre os Chifres da Besta. Como um sinal de que toda a luz do Deus acaso venha; como um sinal, tomai a Luz do Portador da Luz. Tomai o Fogo Eterno com a vela a que tens de Segurar. Tomai isso, o Fogo-Sabático para acender no meio do círculo e no teu coração brilhar como a Luz da Estrela e do Espírito. Tomai a alegria de todos os Prazeres Carnais – da Dança, do vinho, do festim e do Amor, porque este é o Caminho do Fogo Vibrante. Mas não seja fraco, nem em falta com tua astúcia.
Ouvi as palavras do Deus Chifrudo e ouça-as bem!
Cuidado para que não nos traia, pois uma palavra desonesta ou algum sinal para o Profano, então a Luz será tirada de Ti, o Fogo do Coração e o Coração irão Te deixar. Nenhum Sol aquecerá a Ti, tudo irá virar contra Ti.

(4)(5)

As Palavras são como o Vinho para aqueles que possuem o Dom do entendimento.”
(6)

 

Vision de Faust
(Luis Ricardo Falero, Vision of Faust (Oil on canvas), 1878.)
(7)

 

Notas:
(1) Originalmente “Witch-kin”, sendo um tipo de ‘parente-bruxo’, se referindo ao seu Clã, Família ou Covine;

(2) A Palavra original é “Wortcunning” e não possui tradução literal para português, sendo traduzido aqui como algo próximo a um sábio ou bruxo que possui o conhecimento das Ervas;

(3) Diabo era e continuando sendo nos dias de hoje uma das formas de se nomear o Líder do Covine ou Magister nos círculos de Bruxaria Tradicional;

(4) Escrito por Andrew Chumbley, Azoëtia – a Grimoire of the Sabbatic Craft, Pág 272-273 –  Xoanon, 2002.

(5) Tradução livre por Adimiron Ben Theli;

(6) Citação de Adimiron Ben Theli;

(7) Apenas interessante citar a Bruxa montada em um Bode, o que além de difícil de ver, é do conhecimento de poucos que em certos locais era dito que as bruxas montavam num bode ao invés de uma vassoura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s